31/10/2016

Coisas para os miúdos ajudarem para a noite de Halloween

Para entreter os miúdos durante a tarde que tal fazerem uns porta velas ou umas mini-aboborinhas para decorar a mesa?

Para os porta velas (tea-light) usámos uns frascos que tinha guardado para compotas e tinta para pintar vidro. Usamos a imaginação e cá fomos nós.


Para as aboborinhas é só necessário clementinas pequeninas e caneta preta e branca (pode ser corrector em caneta) e darem asas à imaginação!









Divirtam-se! AHAHAHAHAHAHAHAHA

Múmias, aranhas e vassouras

O Halloween chegou!
Que tal umas múmias e uma aranhas para aperitivo?

Ingredientes para múmias e aranhas:
20 salsichas tamanho normal ou 10 tamanho hotdog cortadas ao meio de forma a fazerem 20 salsichas
1 folha de massa folhada fresca

Para as aranhas cortar 10 salsichas ao meio, sobre o comprimento, e mas pontas dar golpes de forma a fazerem as patas das aranhas e deixar a parte do centro intacta com um rectângulo cerca de 3 cm de largura.
Cortar 10 rectângulos da massa de 3cm por 6cm e enrolar à volta da parte inteira da salsicha.  Com um pauzinho chinês, fazer a boca e os olhos.


Para as múmias, dar 2 cortes nas salsichas para fazer os braços, e na parte inferior das salsichas dar um corte para dividir a salsicha ao meio como que a fazer umas pernas.

Cortar tiras de massa de cerca de 0,5cm e enrolar cuidadosamente à volta de cada braço, depois as pernas e por fim cabeça e um pouco do tronco.


Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC por 10 minutos ou até a massa ficar douradinha.



Ingredientes para as vassouras de bruxa

Pauzinhos Pretzel
1 cenoura grande
5 fatias de queijo flamengo
linha de cozinhar

Cortar fatias muito finas ao comprimento da cenoura (usei o descascador), e de seguida dar golpes perpendiculares ao comprimento da cenoura e até meio da sua largura d forma a fazer as cerdas da vassoura. Para o queijo cortar tiras de cerca 2 cm e proceder da mesma forma para cortar as cerdas da vassoura.
Pode fazer-se também com pepino e nesse caso é proceder como se faz com a cenoura.
Enrolar a tira cortada e trabalhada à volta de um pauzinho pretzel e atar com um fio.
Servir com maiones de alho, para dipar a cenoura e o pepino.


Bom Apetite! Divirtam-se! AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH


28/10/2016

Algo sobre petiscos

Hoje não trago receitas, apenas sugestão de como facilmente se arranjar uns petiscos sem ter muito trabalho, para aqueles dias em que não apetece por exemplo fazer o jantar, e só petiscar coisas variadas.
Para fazer uma mesa de petiscos, bastam uns 1 ou 2 enlatados, queijo e 1 enchido, e claro pão, ou no caso de não haver pão servir tostas.

Os enlatados que eu normalmente tenho em casa são sardinhas em tomate, sem pele e sem espinhas, porque as espinhas das sardinhas são enervantes por serem muitas, e mexilhões de escabeche, sendo que basta abrir as latas e colocar num prato em cima da mesa. Também costumo ter polvo ou pota à marinheira, e com ela faço uma saladinha, sendo que primeiro lavo, para tirar o gosto exagerado do óleo que fica entranhado na carne, depois faço a saladinha normalmente como indicado aqui , mas deixo ganhar o gosto do tempero pelo menos por 1 hora, pelo que é necessário preparar com antecipação.

Relativamente ao queijo, pode ser qualquer um ou vários que se goste. As quantidades devem ser no máximo 4 fatias por pessoa. Se for por exemplo queijo fresco experimentem cortá-lo às fatias e temperar com um fio de azeite e oregãos.

Quanto aos enchidos, tanto pode ser umas rodelas de chouriço, ou de chourição, ou de presunto. Se vos apetecer podem grelhar umas rodelas de chouriço ou morcela num grelhador ou numa frigideira anti-aderente, e assim podem grelhar apenas a quantidade que vos interessa ao invés de assar um destes enchidos por inteiro.

Há também sempre a hipótese de usar um paté e umas tostas que também cai sempre bem.

É só por a imaginação a trabalhar e sem muito trabalho temos uns petiscos prontos a comer ;)







Massa guisada com carne e macarronete

Confort Food, ou comida de conforto, é um conceito com o qual eu me identifico bastante!
Esta receita junta a carne de vaca guisada em tomate com feijão e alguns enchidos, a fazer lembrar que uma feijoada até caía muito bem, ao que lhe juntei um macarronete riscado que é cozinhado neste molho e fica simplesmente deliciosooooooo! E depois disto sentimos-nos bastante confortáveis :)
Ora aqui vai:

Ingredientes:
500g de carne de vaca para guisar cortada aos quadradinhos
4 colheres de sopa de azeite
1/2 cebola
1 dente de alho
10 rodelas de chouriço
100g de bacon cortado aos cubos
1 frasco de feijão vermelho
200 ml de polpa de tomate
50 ml de vinho branco
1 l de água
sal e pimenta qb
3 pézinhos de salsa e 1 folha de louro
500g de massa macarronete riscado

Começar por picar a cebola e o alho, e levar a refogar com o azeite, o chouriço e o bacon. Quando a cebola estiver dourada acrescentar polpa de tomate, o vinho e a carne e deixar cozinhar, até que a carne deixe de estar crua por fora. Acrescentar a água, os temperos e ervas e o feijão devidamente escorrido e passado por água, e deixar estufar por cerca de 30 minutos, a seguir juntar a massa e deixar cozinhar a massa.
Servir com uma salada.

Bom apetite!

Costeletas de porco panadas

Bifes de porco ou perú panados é coisa muito vulgar de encontrar, mas costeletas de porco nem por isso. Usei costeletas do lombo uma vez que têm menos gordura, porque os panados são fritos e há que equilibrar a coisa. Se estão a desconfiar que ficam secas, posso assegurar que não! Porque o osso não permite que isso aconteça.
O pão ralado que usei foi feito na bimby, mas pode usar-se o pão ralado normal ou o aromatizado de compra.
Ora vamos lá!

Ingredientes:
8 costeletas do lombo de porco
sumo de 1 limão
sal e pimenta qb
2 colheres de chá de alho em pó
Pão ralado aromatizado com salsa (2 pães e 10g de salsa)
2 ovos
óleo para fritar

Começar por temperar as costeletas com o alho em pó, o sal e a pimenta, e deitar por cima metade do sumo de limão e deixar tomar gosto pelo menos por cerca de 30 minutos a 1 hora. Quando comprar as costeletas peça para que as cortem pouco grossas de forma a que elas sejam mais fáceis de cozinhar sem deixar o panado demasiado queimado.

Fazer o pão ralado na bimby - colocar 1 dos pães partido aos bocados com metade da salsa, e triturar dando uns toque de turbo até que fique ralado
a gosto. Voltar a repetir para o restante pão e salsa. O meu pão ralado ficou um pouco mais grosso, porque o pão não estava totalmente rijo, e é mais difícil de triturar. Caso não tenha pão também o pode fazer com tostas e aí fica igual ao de compra. Reservar o pão ralado.

Bater os ovos com uma pitada de sal e o restante sumo de limão.
Para panar as costeletas, levar ao lume uma frigideira com o óleo de forma a que o óleo cubra a altura das costeletas. Passar cada uma das costeletas pelo ovo, de forma a que a costeleta fique envolta no mesmo, e de seguida passar pelo pão ralado. Levar as costeletas a fritar no óleo em lume médio e virar a meio. Como cada costeleta leva cerca de 4 minutos a fritar, será conveniente que se frite 2 ou 3 de cada vez para que o óleo não fique queimado a meio da fritura das costeletas.
Servi com esparguete e molho de tomate frito.

Bom apetite!

Bacalhau à braz à moda da Lau

Acho que já vos tinha dito de gosto muito de bacalhau à braz, mas tem de estar molhadinho. Assim deixo-vos o meu truque para que ele não fique seco e pareça palha. O segredo é a batata palha ser mais grossinha e acrescentar leite para as amolecer e assim ficar tudo mais cremoso. Também vos digo que usar uma posta de bacalhau ao invés de usar o bacalhau já desfiado faz muita diferença!
Também se pode aproveitar sobras de bacalhau cozido, ou cozer o bacalhau anteriormente e reservar já lascado.
Ora aqui vai:

Ingredientes
300 a 400g de bacalhau em posta
1 l de água para cozer o bacalhau
300g de batata palha grossa
5 ovos
1/2 chávena de chá de leite
1/2  cebola picada (ou 1 cebola pequena)
1 dente de alho
4 colheres de sopa de azeite
sal e pimenta qb
1 folha de louro
sumo de meio limão
salsa picada e azeitonas para decorar

Levar a água ao lume e quando estiver a ferver adicionar o bacalhau e deixar cozinhar por 5 minutos. Entretanto aproveite para picar a cebola e o alho. Retirar o tacho com o bacalhau do lume, escorrer e deixar arrefecer um pouco. Desfazer o bacalhau em lascas.
Num tacho anti-aderente levar a refogar a cebola e o alho, previamente picados, com o azeite. Quando a cebola estiver transparente acrescentar o bacalhau e a folha de louro e envolver, mantendo o fogão em lume brando. Deixar cozinhar um pouco (cerca de 5 minutos) e ir mexendo sempre para que não queime. Acrescentar as batatas (sem as envolver) e deitar por cima o leite. Tapar o tacho e deixar que as batatas amoleçam um pouco (leva cerca de 3 a 4 minutos). Entretanto aproveite para bater os ovos e tempere-os com pimenta e sal e um pouco do sumo de limão. Quando as batatas de cima estiverem moles adicione os ovos e envolva. Deixe cozinhar os ovos mexendo sempre para que o ovo não fique no fundo do tacho e desta forma separado das batatas com o bacalhau, e assim ficarmos com um cozinhado uniforme.
Sirva o bacalhau polvilhado com a  salsa e o restante sumo de limão, e disponha em cima as azeitonas.

Bom apetite!

Risotto com gambas e bacon

Risotto, foi algo que sempre achei aborrecido de fazer por ter de estar meia hora, pelo menos em frente ao tacho simplesmente a mexer o arroz e a acrescentar água.. Assim, aventurei-me com a bimby a fazer risotto pela primeira vez. O veredicto foi: "Nunca mais vamos ao italiano de propósito para comer risotto!"
Também indico a forma tradicional para fazer, embora não tenha sido ainda testada, pelo que fico a aguardar os vossos comentários.
Curiosos?

Ingredientes:
300g de arroz para risotto
1 cebola pequena
1 dente de alho
20g de azeite
100 g de vinho
850g de água
250g de gambas
100g de bacon
75g de queijo parmesão
2 colheres de café de açafrão
sal e pimenta qb
2 pézinhos de salsa e delicias do mar (opcional)

Na bimby:

Começar por colocar o azeite, o alho e a cebola no copo da bimby e picar , 5 seg/vel.5, de seguida acrescentar o bacon aos bocadinhos e refogar, 5min/vel1/varoma. Depois acrescentar o vinho, a água, o arroz, o açafrão e temperar com sal e  pimenta a gosto e programar 12min/vel, colher inv./100ºC. Acrescentar as gambas e programar mais 10min/vel.colher inv/100ºC.
Acrescentar o parmesão e incorporar no arroz com a ajuda da colher.

Tradicional:

Refogar no azeite, a cebola e o alho picados, e também o bacon aos cubos. Quando a cebola ficar translúcida acrescentar o vinho e deixar evaporar o álcool. Com o lume no mínimo adicionar o arroz temperado com o sal e a pimenta e também com o açafrão, envolver e acrescentar água, de forma a que esta apenas cubra o arroz. Ir mexendo sempre, para que o arroz não fique colocado ao fundo e assim como os bagos não fiquem agarrados entre eles. Acrescentar a água aos poucos e quando já tiver usado metade da água, juntar ao arroz as gambas e continuar a juntar a água até que esta termine ou o arroz esteja cozido, sem nunca esquecer que não pode deixar de mexer. Por fim juntar o queijo e envolver com uma colher.

Servir com a salsa picada e as delicias do mar por cima e se quiser acrescentar mais queijo!

Bom apetite!



Bruschettas simples

Ora, como já se sabe o que eu gosto é mesmo de coisas rápidas e simples, mas, muitooooo saborosas.
A Bruschetta é uma entrada italiana, feita com uma base de pão com uma cobertura por cima.
Normalmente o pão é torrado primeiro, mas nesta receita optei por simplificar e cortar este passo, uma vez que o facto de levar o pão ao forno o vai deixar bem estaladiço. Usei pão tipo baguete, porque para mim é o que dá o melhor resultado, mas pode fazer-se com qualquer tipo de pão.
Relativamente ao recheio podem usar o que quiserem, por exemplo, queijo mozzarella, presunto, bacon, manjericão, queijo de cabra, nozes, tomate seco, etc, é só dar asas à imaginação

Ingredientes:
1 pão tipo baguete
2 tomates frescos maduros
1 dente de alho
azeite qb
pimenta, flor de sal e oregãos qb
2 pézinhos de salsa


Começar por ligar o forno a 180ºC
Depois cortar o pão em fatias com cerca de 1,5 cm de espessura. cortar o dente de alho ao meio e esfregar em cada fatia de pão (basta só de um lado). De seguida pincelar com azeite cada fatia, do lado onde se esfregou o alho, e dispor por cima o tomate cortado aos quadradinhos pequenos. Temperar com pimenta, flor de sal e oregãos
Levar ao forno por cerca de 10 minutos. Retirar e colocar a salsa picada por cima de cada bruschetta e servir!

Bom Apetite!


Olá outra vez!

Depois de uma ausência devido a várias situações que se me apresentaram na vida, estou de volta!
Inspirada e cheia de coisas para vos mostrar!
Até já!!!!!!!!!!!!!