28/10/2016

Costeletas de porco panadas

Bifes de porco ou perú panados é coisa muito vulgar de encontrar, mas costeletas de porco nem por isso. Usei costeletas do lombo uma vez que têm menos gordura, porque os panados são fritos e há que equilibrar a coisa. Se estão a desconfiar que ficam secas, posso assegurar que não! Porque o osso não permite que isso aconteça.
O pão ralado que usei foi feito na bimby, mas pode usar-se o pão ralado normal ou o aromatizado de compra.
Ora vamos lá!

Ingredientes:
8 costeletas do lombo de porco
sumo de 1 limão
sal e pimenta qb
2 colheres de chá de alho em pó
Pão ralado aromatizado com salsa (2 pães e 10g de salsa)
2 ovos
óleo para fritar

Começar por temperar as costeletas com o alho em pó, o sal e a pimenta, e deitar por cima metade do sumo de limão e deixar tomar gosto pelo menos por cerca de 30 minutos a 1 hora. Quando comprar as costeletas peça para que as cortem pouco grossas de forma a que elas sejam mais fáceis de cozinhar sem deixar o panado demasiado queimado.

Fazer o pão ralado na bimby - colocar 1 dos pães partido aos bocados com metade da salsa, e triturar dando uns toque de turbo até que fique ralado
a gosto. Voltar a repetir para o restante pão e salsa. O meu pão ralado ficou um pouco mais grosso, porque o pão não estava totalmente rijo, e é mais difícil de triturar. Caso não tenha pão também o pode fazer com tostas e aí fica igual ao de compra. Reservar o pão ralado.

Bater os ovos com uma pitada de sal e o restante sumo de limão.
Para panar as costeletas, levar ao lume uma frigideira com o óleo de forma a que o óleo cubra a altura das costeletas. Passar cada uma das costeletas pelo ovo, de forma a que a costeleta fique envolta no mesmo, e de seguida passar pelo pão ralado. Levar as costeletas a fritar no óleo em lume médio e virar a meio. Como cada costeleta leva cerca de 4 minutos a fritar, será conveniente que se frite 2 ou 3 de cada vez para que o óleo não fique queimado a meio da fritura das costeletas.
Servi com esparguete e molho de tomate frito.

Bom apetite!

Sem comentários: