Sugestões de peixes de Natal 2017

E chegou a vez dos peixes, claro que o bacalhau vai invadir as minhas sugestões, mas o polvo também vai marcar presença. 

Apesar de não ter nenhuma receita do bacalhau cozido que aqui comemos em casa, vou deixar-vos a explicação do mesmo. Como somos várias pessoas com gostos diferentes, cá por casa o bacalhau é mesmo com todos e todas! ohohoh

As minhas contas à quantidade de porções de cada coisa são: 
cerca de posta e meia de bacalhau por pessoa
batata e meia por pessoa
1 molho de grelos para cada 4 pessoas (prefiro os grelos de nabo que são um pouco mais amargos e que vão contrastar com o sabor adocicado da couve portuguesa)
1 couve portuguesa para cada 4 pessoas
200 g de grão cozido por pessoa, por isso em cru e seco será apenas 100 g.
meio nabo por pessoa
1 cenoura por pessoa
1 cebola por cada 5 pessoas
1 ovo por pessoa + 1 por cada 4 (Se forem 8 pessoas conto 10 ovos)
2 dentes de alho

Começo por demolhar o bacalhau pelo menos 3 dias antes, tal como digo aqui. No entanto por norma faço isso uma ou 2 semanas antes, dependendo que quando compro o bacalhau, e depois congelo.

Quanto ao grão, também o demolho de um dia para o outro. Cozo na panela de pressão por cerca de de 30 minutos, mas se fizerem no tacho normal leva mais ou menos 1 hora. Ponho o grão na panela e deito água de forma a que fique cerca de 3 a 4 dedos acima do grão. Tempero com sal e ponho 1 dente de alho, e levo a cozinhar. 

Limpo os grelos das flores e das folhas velhas e corto uma parte do caule. Solto todas as folhas da couve portuguesa e corto uma parte do caule de cada folha porque são muito grandes. As folhas maiores são cortadas ao meio. Cozo em água abundante temperada com sal. Leva cerca de 15 a 20 minutos a cozer.

Por norma as couves, grelos e o grão cozo com antecedência uns dias antes e congelo. No dia , descongelo tudo e é só colocar na água da cozedura das batatas e dos restantes legumes para aquecer.

Levo ao lume um tacho onde caibam os ovos e cubro com água e ponho uma pitada de sal. Quando  a água levanta fervura conto cerca de 7 minutos e desligo o lume e reservo os ovos na água quente, para acabarem de cozinhar.

Descasco todos os legumes e corto as batatas e os nabos ao meio. A cenoura corto em 4 pedaços longitudinais. A cebola fica inteira. Levo uma panela ao lume com muita água temperada com sal e quando levanta fervura coloco todos os legumes ao mesmo tempo. Quando a cebola está mole, é porque está tudo bem cozido. 
Retiro tudo para uma travessa e reservo tapado, e uso por vezes panos da cozinha para abafar e conservar melhor o calor.
Mantendo o lume aceso coloco o grão a aquecer na água dos legumes e deixo ferver cerca de 5 minutos e reservo numa taça também tapada e abafada. Coloco de seguida os grelos e a couve e assim que levantar fervura conto cerca de 3 a 5 minutos e retiro para ma travessa e reservo tapado e abafado.

Assim que coloco os legumes na panela, noutro tacho grande coloco muita água e um dente de alho. Quando levanta fervura coloco o bacalhau (previamente descongelado se for o caso) e deixo cozinhar cerca de 5 minutos após levantar fervura novamente.

Entretanto descasco os ovos e coloco numa das travessas.

Retiro o bacalhau do tacho e servimos o jantar de imediato.

Para temperar o meu bacalhau no prato, uso azeite, vinagre, pimenta e alho em pó ou picado. 

Não se assustem se sobrar comida. Podem fazer roupa velha, um empadão, bacalhau com natas ou pasteis de bacalhau. 

Para além do bacalhau com todos e todas à moda da Lau, outro dos pratos que gostaria de sugerir é  um bacalhau no forno à moda da Lau


Continuando no bacalhau temos o empadão de bacalhau que também é uma sugestão para o aproveitamento das sobras do bacalhau.


Ainda no mesmo registo, mas parecendo uma variação mais sugestiva para quem não goste do simples bacalhau cozido, temos o bacalhau com grelos gratinado da Lau


Para um aproveitamento das sobras de bacalhau ou porque simplesmente são deliciosos, a próxima sugestão são uns pasteis de bacalhau à moda da minha mãe


Este sim é o verdadeiro aproveitamento de sobras do bacalhau de Natal, já que se aproveita tudo, e cá por casa tem sido o jantar de dia 25 nos últimos anos, a Roupa Velha


Mudando para outra tradição portuguesa, temos o polvo. Embora esta seja uma receita de salada de polvo, ele pode servir-se da mesma forma que servimos o bacalhau.


Caso prefiram uma coisa totalmente diferente, ou se quiserem darem outro uso ao polvo, sugiro umas pataniscas de polvo, que me fazem lembrar a neve da Serra da Estrela


Mais receitas de Natal por aqui

Bom Apetite Natalício!

Comentários

As preferidas desta semana